Os atletas devem gravar ao registrar em que categoria pertencem como um atleta con discapacidade

Dorsal Solidário, a favor da DisCAMINO (Associação que procura a integração e a felicidade das pessoas com diversidade funcional através do desporto e da realização do Caminho de Santiago em diferentes bicicletas ou outros sistemas adaptados). A inscrição através do dorsal solidário custará 40€.

O Club de Corredores Vig-Bay organiza a XX Meia Maratona Gran Bahía no domingo dia 7 de abril de 2019.
A XX Meia Maratona Gran Bahía Vig-Bay é uma corrida com um percurso urbano e interurbano de 21.097,50 metros, onde podem participar todas as pessoas que estejam interessadas, que façam 18 anos no ano da prova, federadas ou não, até 4.500 corredores no máximo. O circuito está homologado pela RFEA, e todos os pontos quilométricos estão indicados com uma bandeira de sinalização.

Cada corredor deve participar sob a sua inteira responsabilidade e declara que possui um nível de condição física suficiente para enfrentar a prova e deve comprometer-se a aceitar estritamente este regulamento. É obrigatório preencher a parte posterior do dorsal com os dados que lá são solicitados: nome, apelidos, telefone em caso de emergência, se tem algum problema médico (alergia, cuidados especiais, etc.) ou se está a fazer algum tratamento específico, bem como o seu grupo sanguíneo.

A organização e as empresas colaboradoras não são responsáveis por qualquer lesão ou doença causadas por imprudência, negligência ou falta de forma física do participante.

INSCRIÇÃO

Como fazer a inscrição: on-line através do site do evento www.vig-bay.com ou nos escritórios do Clube de Corredores, situado na Avd. Beiramar 27-1 de Vigo, desde o dia 18 de outubro de 2018 até ao dia 27 de março de 2019.

Os atletas devem gravar ao registrar em que categoria pertencem como um atleta con discapacidade

O preço da inscrição na Maratona será de 20 euros para os atletas que se inscrevam com o seu próprio chip amarelo, o que devem fazer constar no ato da inscrição. O atleta que não possua chip amarelo pagará 22 euros. O chip será descartável e não terá que ser devolvido no final da prova.

A inscrição a partir de 21 de março de 2019 até ao dia 27 do mesmo mês, dia do encerramento do prazo de inscrição, terá um custo adicional de 10 euros.

Dorsal Solidário, a favor da DisCAMINO (Associação que procura a integração e a felicidade das pessoas com diversidade funcional através do desporto e da realização do Caminho de Santiago em diferentes bicicletas ou outros sistemas adaptados). A inscrição através do dorsal solidário custará 40€. A diferença entre este preço e a inscrição normal será inteiramente destinada a esta associação. A imagem do dorsal solidário será diferente do resto e os atletas terão um lugar preferencial na partida da corrida.

O pagamento da inscrição poderá ser efetuado através das seguintes modalidades:

  • Através do gateway de pagamento (todo o processo possui um sistema de segurança de proteção de dados encriptado, o que garante o procedimento). 
  • Por transferência bancária. Os atletas que escolherem pagar através desta opção podem dirigir-se a qualquer agência do Abanca ou ao Banco mais próximo e fazer uma transferência para a conta do Club de Corredores Vig-Bay, cujo IBAN é: ES90 2080 5058 91 3040021210.
  • Os atletas residentes em Portugal podem fazer o pagamento na conta da Caixa Geral de Depósitos com o Nº: PT50 0035 0486 00042067430 59.
  • Os corredores também têm a opção de fazer a inscrição e o pagamento diretamente nos nossos escritórios na Avda Beiramar, 27-1º.

Em caso de lesão ou doença, será devolvido 50 % do preço da inscrição se for apresentado um certificado médico ao Club de Corredores Vig-Bay (Avd. Beiramar, 27-1º, 36201 Vigo) antes do dia 1 de abril de 2019. A devolução terá lugar após a realização da prova.

A inscrição é pessoal e intransmissível e implica a aceitação do presente regulamento.

Se por algum motivo o atleta já não vai participar na corrida pode ceder o dorsal a outra pessoa. A cedência da titularidade da inscrição deverá ser efetuada a partir do dia 31 de janeiro e até ao dia 27 de março.

A cedência da titularidade deve ser feita pelo comprador da inscrição.

A partir de 27 de março NÃO serão feitas alterações nos dados no Kit do corredor (cor do dorsal, tamanho da T-shirt e autocarro) dado que nessa altura já se começa a preparar os kits.

CATEGORIAS

Atletas com Deficiência Física Motora (Feminina e Masculina):

GRUPO 1

  • T42: Amputação única por cima do joelho
  • T43: Dupla amputação por debaixo do joelho
  • T44: Amputação única por debaixo do joelho

GRUPO 2

  • T45: Dupla amputação por cima do cotovelo
  • T46: Amputação única por cima do cotovelo

Atletas com paralisia cerebral: (Feminina e Masculina):

  • T35 Atletas CP5. O atleta tem um equilíbrio estático normal, mas apresenta problemas no equilíbrio dinâmico. Um pequeno desvio do centro de gravidade pode levar a uma perda de equilíbrio. O atleta pode precisar da ajuda de algum dispositivo para caminhar, mas não necessáriamente quando está parado ou a puxar (provas de campo em atletismo). O atleta pode ter suficiente mobilidade para correr na pista.
  • T36 Atletas CP6. O atleta não tem a capacidade de permanecer parado; apresentam movimentos cíclicos involuntários e habitualmente os quatro membros estão afetados. O atleta é capaz de caminhar sem ajuda. Costumam ter mais problemas de controle nos braços e têm melhor função nas pernas que os CP5, principalmente quando correm.
  • T37 Atletas CP7. O atleta tem espasmos musculares incontroláveis na metade do seu corpo. Tem boas habilidades funcionais na parte dominante do corpo. Caminha sem ajuda, mas muitas vezes manca por causa dos espasmos musculares incontroláveis na perna. Enquanto correm, podem deixar de mancar quase totalmente. A parte dominante tem um desenvolvimento melhor e bom movimento de continuação ao caminhar e ao correr. O controle de braço e mão está afetado apenas na parte não dominante. Apresenta um bom controle funcional na parte dominante.
  • T38 Atletas CP8.O atleta apresenta um mínimo de espasticidade incontrolável num braço, numa perna ou na metade do seu corpo. Para poderem participar nesta categoria, estes atletas precisam de ter um diagnóstico de paralisia cerebral ou outro dano cerebral não progressivo.

Atletas com deficiências visuais (Femininos e Masculinos):

  • T11 Atletas B1.Um atleta desta classe não deve ter nenhuma percepção da luz em nenhum dos dois olhos, ou alguma percepção da luz mas incapacidade para reconhecer a forma de uma mão a qualquer distância ou em qualquer direção.
  • T12 Atletas B2.O atleta pode reconhecer a forma de uma mão e tem a capacidade para ver claramente até no máximo *2/60 (Uma pessoa pode ver a uma distância de dois metros o que normalmente se pode ver a 60m). O campo visual do atleta é inferior a cinco graus.
  • T13 Atletas B3.O atleta pode reconhecer a forma de uma mão e a capacidade para ver claramente estará por cima de 2/60 e até 6/60. O campo visual do atleta varia entre mais de cinco graus e menos de 20 graus.

A existência das diferentes categorias femininas e masculinas e a atribuição dos respetivos prémios requererá a participação de pelo menos três atletas em cada uma delas.

LEVANTAMENTO DO DORSAL E CHIP

O levantamento do dorsal será feito no “Museo VERBUM – Casa de las Palabras”, situado na Avenida de Samil 17, em Vigo, no dia 5 de abril de 2019, das 16:00 horas até às 20:00 horas, no dia 6 de abril das 10:00 até às 20:00 e no dia 7 entre as 07:00 horas e as 10:30 horas (aconselha-se a todos os participantes que façam o levantamento do seu dorsal com a maior antecedência possível).

Para levantar o dorsal e o chip será necessário apresentar um documento oficial comprovativo.

O dorsal e o chip são pessoais e intransmissíveis, e devem ser corretamente colocados.

A Organização reserva-se o direito de desclassificar o atleta se verificar que este cometeu qualquer irregularidade, tal como não levar o dorsal, manipular e/ou ceder o mesmo a outro atleta, alterar os dados fornecidos à organização relativamente ao que consta no seu B.I./C.C. ou ficha, não completar o percurso, apresentar uma má condição física, não fornecer à organização toda a documentação exigida, ou não cumprir qualquer outra norma prevista neste regulamento.

Um corredor deve desistir da prova se tal lhe for requerido por um membro dos serviços médicos ou de segurança da prova.

Não serão admitidos corredores que não estejam inscritos ou corram sem o dorsal e o chip e serão impedidos de ter acesso à prova, em defesa dos direitos dos atletas regularmente inscritos.

CONTROLE DE TEMPO

A corrida será cronometrada pelo sistema CHAMPIONCHIP e terá pontos de cronometragem intermédios. Além disso, qualquer corredor que ultrapassar o limite das 2 horas e 45 minutos de corrida estabelecidas, passará a correr sob a sua responsabilidade.

HORAS E ZONA DE PARTIDA:
MEIA MARATONA CADEIRAS DE ATLETISMO E HANDBIKE: 10,50 hr

O local de partida é na Avenida de Samil (junto ao Hotel Samil)

As únicas viaturas autorizadas para acompanhar a prova são as designadas pela Organização. Por questões de segurança é estritamente proibido acompanhar os corredores em bicicleta, mota ou qualquer outro veículo. Poderão ser retirados do circuito da prova para evitar incidentes pela Polícia, a Guarda Civil ou a organização da prova.

O encerramento do controle ocorrerá após 2 horas e 45 minutos da partida da prova.

ASPETOS TÉCNICOS

Cadeira de Atletismo e Handbike:

Só será possível participar com cadeiras de atletismo e handbikes aprovadas e criadas para a participação neste tipo de eventos desportivos.

O design das cadeiras de atletismo não deve incorporar nenhum dispositivo para aumentar a sua capacidade aerodinâmica.

Não serão permitidas engrenagens mecânicas ou alavancas que possam ser usadas para impulsar a cadeira.

Nenhuma parte da cadeira poderá sobressair por trás do plano vertical da borda posterior das rodas traseiras.

Apenas será permitido um dispositivo mecânico de direção manual. O atleta deve ser capaz de virar a cadeira manualmente, para a frente, para a direita e para a esquerda.

Os atletas devem verificar que nenhuma parte dos seus membros inferiores toque o chão ou a pista durante a corrida.

Será responsabilidade do competidor que a cadeira de atletismo e handbike esteja atempadamente em conformidade com as regras acima indicadas para não atrasar a corrida enquanto ajusta a cadeira.

Todas as cadeiras de atletismo e handbike devem ter as medidas técnicas autorizadas e habituais. Todas as cadeiras que apresentem novidades que afetem o impulso e a velocidade devem ser examinadas pela organização, que autorizará ou rejeitará a sua presença na corrida.

Os atletas utilizadores de cadeiras de atletismo e handbike começam a corrida 10 minutos antes que os atletas a pé.

Todos os atletas em cadeira de atletismo e handbike devem levar obrigatoriamente capacete e uma bandeira de visibilidade durante toda a corrida e nos instantes que a antecedem.

O deslocamento por algum método diferente do empurrão do competidor sobre as rodas ou anéis de impulsão terá como consequência a sua desclassificação.

A organização não se responsabiliza pelos danos que possam ocorrer às bicicletas, cadeiras de atletismo, acessórios ou qualquer outro material durante a atividade.

Todos os participantes devem levar uma câmara de ar sobresselente, garrafa de água e uma bomba compatível.

É altamente recomendável verificar a bicicleta antes da corrida.

Deficiência Visual:

Os atletas da categoria B1 devem usar óculos de sol homologados ou um substituto adequado durante a corrida. Quando os atletas não estiverem a competir, podem tirar os óculos de sol ou o seu substituto.

Os atletas da categoria B1, B2 e B3 devem obrigatoriamente participar com um guia que deverá estar devidamente identificado com um peitilho.

Quando o corredor com deficiência visual cruzar a linha de chegada, o guia deve estar atrás dele.

O atleta pode escolher o método de guia. Poderá ser dirigido por um guia que lhe segure o cotovelo, correr preso ao guia, ou correr sem nenhuma restrição.

GUARDA-ROUPA

Os atletas podem deixar a sua roupa no saco que a Organização disponibiliza quando solicitam esse serviço na altura em que efetuam a inscrição. A roupa nos sacos deverá ser depositada no dia da corrida na área junto ao local de entrega dos dorsais situada no museu Verbum (Samil) das 09:00 até às 10:30. Para poder recolher o saco em Baiona é imprescindível apresentar o dorsal.

TRANSPORTE

A organização disponibiliza aos participantes autocarros que saiem de Baiona em direção à partida da prova às 9:00 e uma vez finalizada a prova disponibiliza também autocarros em direção a Samil (estes autocarros saem desde as 11:45 até às 13:45). É importante solicitar esse serviço no ato da inscrição. Por favor, além de envie-nos um e-mail a [email protected]

ABASTECIMENTO E ASSISTÊNCIA

Os pontos de abastecimento líquido estão situados a cada 5 km e os Pontos de abastecimento de esponjas nos km intermédios.

Os atletas poderão entregar os seus própios abastecimentos, devidamente identificados com o número do dorsal e indicando o ponto (km) onde desejam recolhê-los, tudo escrito com letra bem legível, antes das 19:00 horas do dia 6 de abril de 2019 na zona de levantamento de dorsais em Samil.

Os atletas inscritos ficam cobertos por um seguro de acidentes que cobrirá as lesões produzidas como consequência direta da participação na corrida.

Existem pontos de assistência médica fixos e móveis durante o percurso.

A todos os atletas que terminarem a prova será entregue, na área de chegada, um saco com alguns abastecimentos e a medalha comemorativa da prova. Também podem obter um diploma com a marca pessoal.

PRÉMIOS

Os participantes premiados que não subirem ao pódio perderão o direito de reclamar o prémio posteriormente.
Os corredores desclassificados não poderão receber medalhas.
Todos os participantes, pelo facto de se inscreverem, declaram conhecer e aceitar o presente Regulamento e o Termo de Isenção de Responsabilidades e Proteção de Dados. Em caso de dúvida, prevalecerá o critério da Organização.

Termo de Isenção de Responsabilidades e Proteção

Todo o participante inscrito declara o seguinte: “O meu estado de saúde e ótimo para participar na Maratona Gran Bahía Vig-Bay. Durante a competição, cooperarei em tudo quanto for possível com a Organização. Além disso, isento de qualquer responsabilidade a Organização, patrocinadores ou outras instituições participantes em relação com qualquer acidente ou lesão que possa sofrer antes, durante e/ou depois do evento desportivo, renunciando neste ato a qualquer ação legal contra todas e quaisquer das referidas entidades”.

Autorizo também a Organização para usar com fins publicitários fotografias, videos e qualquer outro tipo de material audiovisual em que eu possa aparecer, aceitando a publicação do meu nome na classificação da prova, nos meios de comunicação e/ou na Internet, sem esperar qualquer pagamento, compensação ou retribuição a este título. Conforme o disposto na L.O. 15/1999, informamos que os seus dados pessoais passarão a fazer parte de um ficheiro, cujo responsável é CLUB DE CORREDORES VIG-BAY, com sede em Avenida Beiramar 27-1, 36202 Vigo (Pontevedra). A finalidade deste ficheiro é realizar a gestão dos dados dos atletas vinculados com o clube. Se desejar exercer os direitos de acesso, retificação, cancelamento e oposição poderá fazê-lo dirigindo-se por escrito à morada atrás referida, juntando uma fotocópia do seu documento de identificação [B.I./C.C.].